Como é isso de morar na Europa sem pagar?

Com essa vista, de frente para a montanha, fazendo uma das coisas que mais amo – escrever! –, aqui estou eu cumprindo uma promessa! Recebi algumas vezes essa pergunta do título, de amigos ou seguidores, nas últimas semanas. Contava um pouco, explicava alguns detalhes e sempre dizia no final: "Vou escrever um texto me aprofundando... Continuar Lendo →

O valor da vida na morte – e da morte na vida

Passei alguns dias da última semana fazendo um trabalho dentro de um hospital. Um hospital público, um dos maiores do Estado de São Paulo. E durante os três dias em que percorremos quase todos os setores, tive algumas importantes lições de vida – e de morte. A primeira lição foi bem óbvia, daquelas já esperadas, a... Continuar Lendo →

É chocando que se ensina

Sim, o título é uma paródia do ditado "é errando que se aprende". E não estou com pretensão de ensinar nada pra ninguém aqui. Mas a ideia de escrever este texto surgiu depois de alguns dias pensando e observando as reações de algumas pessoas a atitudes minhas, da minha família e de outras pessoas que... Continuar Lendo →

Amazônia, um rio e uma grande realização

Viajar é uma das coisas que maaaais amo fazer na vida (e os posts da Vida de Viajante estão aqui pra provar!). Melhor que isso, só viajar com amigos queridos e pessoas que amo. Melhor que isso, só viajar pra um lugar que tinha muita vontade de conhecer. Melhor que isso, só viver experiências inéditas... Continuar Lendo →

Personagens de viagem

Viajar, pra mim, é tipo um combustível de vida!! Toda vez que “abasteço esse tanque”, me sinto pronta pra rodar mais um monte de quilômetros, ainda que passe por pedágios, que faça paradas antes de chegar no destino. Até porque, pra mim, é o caminho que vale mais que o chegar. Caminho que fica melhor... Continuar Lendo →

A Copa do Mundo já foi minha (paixão)

Tá tendo Copa, e eu não podia deixar de escrever sobre essa competição pela qual sempre fui apaixonada! Se você leu o post "Várias jornalistas em uma só", já sabe que comecei no jornalismo esportivo, meu grande amor do passado, e que só abandonei por motivos de... tinha 21 anos e estrutura emocional insuficiente pra... Continuar Lendo →

Várias jornalistas em uma só

Não me lembro quando foi que decidi que queria ser jornalista. Lembro-me que adorava escrever redações, e que no sexto ou sétimo ano fiz um poema que foi parar no livro de textos anual da escola (Mackenzie). Lembro-me também que foi por sugestão da minha mãe que fui fazer Magistério no colegial (novinh@s não entenderam... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑