Li num livro…

"Pense um pouco na maneira como fomos educados, formados, adestrados. Havia um padrão a ser seguido: nascer, ser vacinado, estudar — de preferência obtendo notas altas —, formar-se, encontrar, junto com um bom emprego, o grande amor de nossas vidas. Fomos educados para alcançar resultados, e não para valorizar os processos, esses meios-tempos indispensáveis para... Continuar Lendo →

Não, a gente não precisa de um homem!

Estou há meses sem escrever no blog, eu sei. E muitas vezes ensaiei vir aqui, saiba você. Mas o momento turbilhão da minha vida me arrastou, e eu acabava enxugando meus pensamentos pra transformar um textão num – nem tão pequeno assim – textinho pro Instagram. E quase foi assim de novo hoje, quando fui... Continuar Lendo →

Conclusão: 2018 foi o meu fim

O ano está acabando e eu me sinto acabada junto com ele. Espera, não desiste de ler, porque este não é um texto desabafo de "oh, vida, oh céus", pelo contrário, você já vai entender... O que acontece é que "uma Julie", das várias que sou e cada vez mais me descubro sendo, morreu em... Continuar Lendo →

É chocando que se ensina

Sim, o título é uma paródia do ditado "é errando que se aprende". E não estou com pretensão de ensinar nada pra ninguém aqui. Mas a ideia de escrever este texto surgiu depois de alguns dias pensando e observando as reações de algumas pessoas a atitudes minhas, da minha família e de outras pessoas que... Continuar Lendo →

Eu sou uma viciada em recuperação

Há duas semanas, quando eu escrevi o post contando "A vergonha da minha maior vergonha", achei que tinha chegado ao nível máximo de me expor. Achei que nada podia ser mais profundo do que falar de uma anomalia no meu DNA, que causou um defeito físico que escondi por anos. Eu estava completamente enganada. Havia... Continuar Lendo →

A história de nós duas

É Dia d@s Namorad@s! ❤ E, sem nem entrar no mérito de essa data ser válida ou apenas uma jogada comercial (aqui em casa, abolimos comprar presente fora já faz um tempo), achei que valia a pena usá-la pra contar um pouco de como foi o meu namoro com a Mari. Até porque se tem... Continuar Lendo →

Dois casamentos e uma felicidade

Sabe a máxima "me arrependo só do que não fiz"? Por muito tempo falei isso em alto e bom som. Estava errada. Me arrependo, sim, de algumas coisas que fiz. Principalmente aquelas que machucaram pessoas que amo. Mas se tem uma pergunta que sempre respondo com "NÃO ME ARREPENDO DE NADA!" é a que fazem... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑