Viajar é preciso – e delicioso!

viajar-é-preciso-e-delicioso1A frase da imagem não é minha, mas é pra mim, rs. Realmente não tem coisa que me empolgue mais, que me coloque num estado de felicidade maior do que os dias ou semanas que antecedem uma viagem. E isso desde sempre. Passei a infância indo para acampamentos, desde os seis anos de idade, e ao contrário de muitas crianças nunca chorei na saída, dando tchau pra mãe, e sim na volta, quando a viagem terminava. Também sempre soube que não moraria apenas em um lugar na vida. Aliás, me incomodava já o fato de ver que várias amigas se mudavam com os pais pra outras cidades, devido ao trabalho deles, sendo que a nossa família morou praticamente no mesmo apartamento desde que nasci até quando me casei pela primeira vez. Foram quase 20 anos numa mesma casa, o que na minha cabeça era tempo demais para quem sempre teve um sonho: conhecer todos os países do mundo. Sim, esse é meu GRANDE SONHO. E desde o ano passado, tenho desenhado pequenas metas para atingi-lo.

Até o momento, pelas minhas contas, foram 19 os países em que já estive. Estados Unidos e Canadá, na América do Norte; Argentina, Chile, Uruguai e, claro, Brasil, na nossa América do Sul. Alemanha, Espanha, Portugal, Itália, França, Dinamarca, Hungria, Suíça, Áustria, Holanda, Luxemburgo e Bélgica, na Europa (todos em uma única viagem, aliás, um mochilão que foi a minha maior “aventura viajística” até hoje!); Marrocos, na África (meu país preferido culturalmente, até aqui). Nenhum desses países conheci a fundo, na maioria estive apenas na capital e em mais uma ou duas cidades. Mas a riqueza de estar em outro país, com outra cultura, conhecendo outros costumes, comendo outras comidas, falando outra língua, “vivendo outra vida”, ainda que apenas por uns dias, é para mim a experiência mais rica que pode existir na face da Terra! Sem contar que, nossa, é “muito índigo” vivenciar essa multiplicidade do mundo em que estamos, né? Você não se sente assim também quando pensa que só nós, brasileiros, comemos pão francês no café da manhã,por exemplo? Que na França, eles comem croissants recheados, nos EUA, panqueca, ovos e bacon, na Alemanha salsichas variadas e queijos, no Japão, arroz e peixe, no Marrocos, chutneys variados com pão de sêmola, e por aí vai? Essa multiplicidade sempre me encantou e aguçou! Pensar em quão diferentes nós, humanos, somos uns dos outros em termos de costume apenas por termos nascido neste ou naquele lugar! A variedade de Deus é linda, mesmo!!

Voltando às minhas viagens, vale dizer que nada me “brocha” mais do que contratar uma agência para planejá-las. Confesso que até já pensei em ter uma agência de viagens (de tanto que gosto), mas nunca em contratá-la. Porque pra mim, uns 40% da alegria da viagem vêm justamente de prepará-la. Pesquisar hotéis bons e em boas localidades, escolher o voo que vai me ajudar a aproveitar mais tanto na chegada quanto na partida, descobrir os passeios mais turísticos e os mais escondidos a se fazer, ler centenas de resenhas de restaurantes (porque comer bem é SEMPRE o objetivo número zero pra mim) e ver fotos, e fotos, e mais fotos, e vídeos, e tudo o que a internet for capaz de me mostrar sobre aquele lugar onde em breve estarei. Amo isso demais!!!! E sou boa guia turística, viu? Tanto nas vezes em que viajei com amigos quanto com @s marid@s (adorei esse plural que inclui a atual e o ex, kkkk), fiz questão se ficar encarregada de fazer o roteiro, e, tirando um detalhes ou outro, deu tudo bem certo e todo mundo voltou sempre satisfeito! (Tirando umas desavenças no mochilão pela Europa feito junto com meu ex-marido e um casal de amigos, mas que foi bom também porque rende boas risadas até hoje, rsrs.)

Com comer coisas muito diferentes só comecei a me adaptar um tempo atrás. Quem me conhece hoje, comilona e quase sem restrições do que vai no prato, nem acredita, mas por muito tempo fui bastante fresca para comer. E nas viagens isso se refletia no meu medinho de experimentar coisas que pareciam ser estranhas ou diferentonas demais. Mas, ufa, ficou pra trás isso já, e em todas as últimas viagens não economizei na experimentação de tudo o que desse! Um café da tarde em Tanger, única cidade que conheci no Marrocos (e ainda volto pra desbravar essa maravilha de país!!), com o couscous que a gente já conhece aqui e mais um monte de carnes e chutneys variados foi a refeição típica mais diferente que já comi, em termos de paladar. Mas quero mesmo é provar o que para nós são esquisitices, como gafanhotinhos no espeto na China, carne de javali e outros bichos impensáveisna África, sashimis e sushis (de verdade) no café da manhã no Japão. Japão que, aliás, é o destino que o meu filhote João mais quer conhecer, e que, já combinamos, será a viagem que faremos juntos quando ele completar 15 anos!

Em 2016, quando dei o primeiro passo real mundo afora, e saí de vez de São Paulo, sabia que o interior seria apenas o começo. E será, porque agora já estamos planejando a fase de ir pra mais longe (mas isso vou contar em outro post…). Mas o fato é que acho que não passei um dia da minha vida adulta sem que me passasse na cabeça o pensamento de “o mundo é grande demais, e preciso ver com meus olhos pra comprovar!”. Por isso é que ter descoberto recentemente um propósito e estabelecido uma série de metas que de fato que levarão para isso tem sido tão inspirador. É como se a minha inquietação tivesse cessado, porque agora ela não é mais um sonho distante, mas uma meta realizável e com data para acontecer! E, não, viajar não é de graça nem vai ficar, mas eu vou mesmo assim. Só sumir que não vou. Na verdade no sentido de morar aqui pelo Brasil até vou, mas ainda vão me ver sim, e muito, e pelo mundo, e fazendo as coisas que mais amo fazer, e cumprindo o meu propósito, e sendo luz! É só esperar a hora chegar… 😀

viajar-é-preciso-e-delicioso2
No alto de um mirante em Santiago do Chile, na minha última viagem internacional, feita com a Mari em comemoração ao nosso primeiro ano de casadas!

2 comentários em “Viajar é preciso – e delicioso!

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: